Buscar

Como Manter o Equilíbrio Entre Papéis que Executamos como Mulheres

Alguma vez você já se perguntou quem é a pessoa mais importante da sua vida? Quero começar este artigo com essa provocação e você já vai entender o que porquê…


Pois é...Encontrar o equilíbrio no meio a tantos afazeres diários, muitas vezes é pesado, não é mesmo? E vou te contar que eu como mulher que ainda não tem filhos, fico imaginando como deve ser, já que para mim equilibrar casa, negócios, família, relacionamento com marido, saúde, lazer já é o bastante.


Então, primeiro de tudo, parabéns!! Mulheres que leem este artigo, peço que façam o mesmo neste momento, digam para vocês mesmas:


  • PARABÉNS,  para mim! rsrsrs… Sim, esse não é um artigo convencional, vamos juntas nele!


Voltando a pergunta: Qual a pessoa mais importante na sua vida? Sempre que eu faço ela, com minhas turmas de alunas e mentorandas, elas meio que travam, mas logo vem a resposta, filhos, pais, às vezes companheiros(as).

E talvez você esteja se perguntando, porque isso seria importante para entender, como equilibrar todos os papéis no meu dia a dia? já te digo, somente quando você entender que:


  • Você é a pessoa mais importante na sua vida, e que você não é os papéis que executa, que eles não definem quem você é, você é capaz de equilibrar tudo a sua volta.


Sim eu sei que, para as mães principalmente, pensar isso pode parecer egoísmo, porém veja bem, não quer dizer que você não ame incondicionalmente os seus.


Quando você entender que tudo parte de você, que você é esse centro de onde partem suas demandas, e que fazendo tudo com amor a você mesma, estará dando o seu melhor, entendendo que você é humana e vai errar, e vai precisar aceitar e acolher seus erros sem culpa, assim como faz com a pessoa que pensou, quando perguntei acima, quem era a pessoa mais importante na sua vida.


Só assim você vai encontrar equilíbrio!

Talvez hoje você esteja absorvida no papel de mãe, de profissional, de esposa, de filha, porém você é muito mais que isso

Somente quando você tem clareza disso, você será capaz de equilibrar tudo, porque você vai entender o porquê executa esses papéis, provavelmente por amor, e se for por amor, não tem peso, não tem culpa, não tem autocobrança, não tem expectativas inalcançáveis sobre você mesma e sobre os outros.


Provavelmente você decidiu ler esse artigo porque queria uma receita para não se sentir tão sobrecarregada, e isso não existe, existe sim um compromisso com você mesma, aprender a dizer não, não se comparar e cuidar de si mesma, só é possível quando você se ama em primeiro lugar, assim você aprende a priorizar o que é importante para você.


Agora se eu puder deixar algo prático aqui para você hoje, além de todos os questionamentos que criei até agora, é uma consciência de que existem crenças coletivas que foram impostas sobre nós mulheres, e crenças que sua família e sociedade colocaram sobre você, e essas sim, tiram totalmente o equilíbrio, vou deixar alguns exemplos aqui:


  • Você tem que dar conta de tudo, e ainda ter sempre “a unha feita”.

  • Você tem que ser uma boa mãe. Ser uma boa mãe é seguir aquele modelo “Disney” de ser mãe, a mulher perfeita, quase um anjo, que tem sempre respostas e sabe sempre o que fazer.

  • Você tem que ser uma profissional de sucesso. Nesse caso ser uma profissional de sucesso pode ser aquele modelo, “perfeita”, equilibrada, produtiva todos os dias, e de novo “sempre de unha feita”, aquela que faz tudo por todos, no piloto automático sem consciência do porquê está fazendo.

  • Você tem que cuidar da casa e do marido, senão vem outra e … 


Entendendo que isso são crenças e não verdades absolutas, você é capaz de entender que só você pode criar o equilíbrio que deseja, baseado no que você acredita ser cuidar da sua casa, casamento, filhos, carreira, saúde. Respeitando os seus limites, lembrando sempre que você é a pessoa mais importante da sua vida.


Não deixe que ninguém tire de você esse poder, só você é responsável por isso, e aí vem a grande verdade, você é 100% responsável e livre para viver do jeito que acha melhor, e isso sim é equilíbrio, então é sua responsabilidade:


Curtir cada momento da sua vida com amor, aceitação e plenitude. Fazendo uma coisa de cada vez, criando uma agenda que funcione para você, sabendo que vai errar sim pois é humana, e que tudo bem! Assim o equilíbrio vem, com a maturidade, com viver o agora, aproveitar o hoje, sem se preocupar com o que os outros dizem ou pensam, afinal é sua vida, e você é a pessoa mais importante da sua vida.


Somos tão abençoadas pois a geração de mulheres que veio antes de nós, não teve esse poder! Pois entendia que precisava viver para o outro, como se fosse um mero adereço na vida dos “homens”.


Somente quando entendemos quem somos, que não somos os papéis que executamos, que não é errado ser a pessoa mais importante de nossas vidas, aceitamos os desafios com leveza e amor, sem culpa, aí sim tudo flui do jeito certo. 


Abra mão do controle e viva a vida maravilhosa que você nasceu para ter, definida e decidida por você.


Mirian Floriano

@mirianfloriano.slcv



20 visualizações0 comentário