Buscar

As singularidades dentro de nós - Como lidar com o turbilhão de emoções?

Clima de lua cheia e mercúrio em escorpião! - U A U! -


O que falar desse clima de lua cheia e ainda mercúrio em escorpião?


Lua cheia me transborda e escorpião me traz pra dentro, como entender? Como aceitar? como alinhar todo esse turbilhão?

Processo, auto-olhar, saber respeitar, saber entender, saber que esta tudo bem sentir essa confusão. Ninguém, por mais espiritualizado que seja, é obrigado a estar inteiro e 100% bem o tempo inteiro.

Somos seres humanos, estamos na terra exatamente por e para isso, pra nos permitirmos sermos assim e transmutar tudo o que não serve, despertando e transitando pelas dimensões.


Escrevo isso, pois mesmo não tendo muito com o que reclamar, acordei assim, sorriso meia lua, olhar profundo com um leve lacrimejar. Mas como saber o porquê estou assim? Como não me julgar? Como não me maltratar por estar com esse estado de espírito?


AUTO - CONHECIMENTO! Acho que isso é a chave pra superação.

Quando passamos a olhar somente para a gente, sem ego, sem comparações, sem julgamentos, passamos a ganhar mais grandeza na mente e no coração. É preciso saber acolher os pensamentos pra poder deixá-los ir.


E os dias vão seguir e vai ser sempre assim, uma espécie de parque de diversão chamado VIDA, onde hora você está na fila da montanha russa, pensando com ansiedade, medo, em como vai ser essa experiência e depois, quando você finalmente entra no brinquedo, vem todas as emoções.. hora excitacão, hora desconforto, hora prazer, hora desespero por parecer uma eternidade, por parecer que não vai acabar nunca, hora agradece por conseguir acalmar e pegar um ar de novo, e quando acaba aquele momento que pareceu infinito, vem aquela sensação de “caraca, consegui.. quero mais, quero sentir essa adrenalina, esse pulsar de novo”, mesmo tendo momentos não tão prazerosos assim.



Na vida é assim, roda gigante, montanha russa com altos e baixos, e pra ser bem sincera, essa é a graça.. pois passamos a valorizar todo e qualquer momento, porquê passamos a valorizar a nossa caminhada, a olhar com mais carinho nosso processo de amadurecimento. As vezes quando parece que o carrinho sai do trilho, que o desespero vem a tona e que está tudo perdido, vem o técnico, titulado como UNIVERSO e alinha tudo de novo - "ufaaaa!" - o que seria de nós sem essa influência e sem esse empurrãozinho!


Lua, sol, universo, natureza, simplicidades desse nosso plano, onde não precisamos de nada nem de ninguém para nos alinhar com eles e nos sentirmos inteiros, presentes e conectados.

Como diria aquela frase “tem gente que é tão pobre que só tem dinheiro”.


Enfim, um desabafo, pois quando escrevo, sinto que libero tudo o que não me pertence e volto a sorrir por inteiro como um eclipse: lua cheia e com o brilho do sol!


E você, o que acha de começar a escrever quando se sentir nesse turbilhão?

Ai pode ficar mais fácil compreender as situações e até encontrar os pontos positivos esses desafios guardam!


Se quiser, compartilha comigo nos comentários!

15 visualizações0 comentário